Descobertas

Pontal de Maceió

Às margens do Rio Jaguaribe, ao vilarejo de Pontal de Maceió se abre para o Atlântico.

Desde as quatro horas da manhã, os pescadores atravessam a praça da cidade, se dirigem às jangadas, que arrumam com paciência, e desaparecem no horizonte com a chegada do sol, empurradas pelos ventos alísios sobre a água do mar à 28ºC.
 
No fim do dia, a praia se anima novamente com a volta das jangadas carregadas de lagostas.

Assim terminam as jornadas em Pontal, um vilarejo de pescadores que ainda conserva sua autenticidade e conseguiu escapar ao desenvolvimento de um turismo que respeita pouco o meio ambiente.